quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O Fogo Desencantou: Acabou o Cordel do Fogo Encantado


COMUNICADO

Comunicamos o encerramento das atividades artísticas da banda Cordel do Fogo Encantado.
Esta decisão implica na suspensão das apresentações ao vivo, como também da gravação em estúdio de material inédito.
A disposição em suspender suas atividades passa por decisões pessoais do fundador da banda, Jose Paes de Lira (Lirinha), expressas em seu comunicado abaixo, que implicam na impossibilidade de continuidade do grupo. Contudo, mantêm intactas as relações de profunda amizade, respeito profissional e carinho cultivadas entre os integrantes da banda, equipe técnica e produção, solidamente construídas nesses onze anos de convivência.
Estamos certos que nesse tempo realizamos um trabalho de referência na nova música pernambucana e brasileira.
A banda, em decisão conjunta com a produção, deverá lançar em breve registro de áudio e vídeo AO VIVO da apresentação realizada na praça do Marco Zero, Recife, no dia 14 de fevereiro de 2010, considerado por muitos um show histórico.
O grupo também pretende lançar material de arquivo selecionado entre registros realizados ao longo dos seus onze anos de existência.
Cordel do Fogo Encantado manterá em atividade seu site oficial (www.cordeldofogoencantado.com.br) através do qual informará seu público sobre os lançamentos dos registros acima citados e sobre outros temas que se fizerem necessários.
Atenciosamente,
Antonio Gutierrez
Produção – Cordel do Fogo Encantado
_______________________________________________________________________
COMUNICADO - JOSÉ PAES DE LIRA
Com a permissão dos Encantados, sempre:
Anuncio a minha saída da banda Cordel do Fogo Encantado.
São 14 anos de trabalho ininterrupto (11 anos de banda e 3 anos de peça teatral de mesmo nome).
O grupo que é independente desde a sua origem, com integrantes do sertão de Pernambuco (Arcoverde) e do Morro da Conceição (Recife) se tornou uma das bandas mais ativas do cenário de shows da música brasileira. Isso aconteceu com a total entrega dos participantes e a verdade da mensagem emitida.
É com muita dificuldade que redijo essa informação, devido ao imenso amor que eu sinto pelo público e pelos meus companheiros/guerreiros do projeto.
Revelo, por respeito aos que me acompanham, a minha vital necessidade de trilhar novos caminhos.
Ajudei a desenvolver um dos espetáculos mais originais da cultura pop do país e é com esse sentimento de orgulho que sigo em frente.
Com a certeza de que o fogo da nossa poesia e da nossa música nunca se apagará e que nossa força é infinita.
Abraço forte,
José Paes de Lira, Lirinha.


Download: Cordel do Fogo Encantado (2001)



Download: Transfiguração

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Baden Powell & Vinícius de Moraes - Os Afros Sambas de Baden Powell & Vinícius de Moraes









Considerado por muitos críticos como um divisor de águas na MPBpor fundir vários elementos da sonoridade africana ao samba carioca, "Os Afro-sambas" é o segundo LP lançado pela parceria Vínicius de Moraes/Baden Powell.
As oito canções apresentam uma rica e singular musicalidade, que traz uma mistura de instrumentos do candomblé e da umbanda(como atabaques e afoxés) com timbres mais comuns à música brasileira (agogôs, saxofones e pandeiros).
O grande destaque do álbum é a faixa de abertura "Canto de Ossanha", futuro clássico da MPB, que conta com a participação nos vocais da atriz Betty Faria e na flauta de Nicolino Cópia.
Baden Powell realizou em 1990 uma regravação deste álbum, novamente acompanhado do Quarteto em Cy, em que basicamente manteve os mesmos arranjos mas procurou obter uma melhor qualidade sonora, uma forma de homenagear o amigo Vinícius, então já falecido.

1. Canto De Ossanha
2.
Canto De Xangô
3.
Bocochê
4.
Canto De Iemanjá
5.
Tempo De Amor
6.
Canto Do Caboclo Pedra Preta
7.
Tristeza e Solidão
8.
Lamento De Exú



Download: Baixa Fundar

Sambasonics




Além da vocalista Francine Missaka, integram o grupo o guitarrista Marcelo Munhoz, o baixista Reinaldo Chulapa, o baterista Carneiro Sândalo o percussionista e vocalista Rubinho Lima, o tecladista Felipe Maia e Mauricio Mohamed no saxofone, músicos que já tocaram ao lado de Luiz Gonzaga, Jair Rodrigues, Wilson Simonal, Almir Sater, Fortuna, Zé Geraldo e Banda Vexame, entre outros. O Sambasonics conta, ainda, com a participação especial e constante de Bruninho Marques, percussionista de 14 anos que já tocou com como Farufyno, Originais do Samba, Clube do Balanço, Léo Maia, Nereu Mocotó & Swing e Luis Vagner.
Em 2003, o Sambasonics lançou CD homônimo pelo selo franco-brasileiro Urban Jungle Records – baseado em São Paulo –, editado também no Japão, em 2004, pela gravadora Rambling Records. Produzido por André Bourgeois (fera da música eletrônica), o trabalhou rendeu duas faixas (Babulina e Falador Passa Mal), que foram incluídas, respectivamente, nas coletâneas Nu Brasil vol 2 (lançada na Inglaterra) e na Brazilectro(editada na Alemanha). Em 2005, o grupo gravou o segundo CD, com 14 faixas em homenagem a Jorge Ben Jor, pelo Selo Rambling Records, lançado somente no Japão. No repertório, uma música inédita de Ben Jor,Achados e Perdidos, especialmente cedida para a banda.  Destaque, ainda, para as regravações de Zazueira,Que Maravilha e Dilê



terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Ednardo - O Romance Do Pavão Mysteriozo




Texto do Encarte



Uma capa é uma EMBALAGEM um ENVO-LUCRO. Que não traduz satisfatoriamente o que está dentro dela, e mesmo porque nem precisa ser assim.

O Pavão é uma coisa bonita que "voa". "Voa" assim como eu enxerguei que ele voasse. Quando li o romance tudo estava daquele jeito -> escrito.

Todas as piruetas que o rapaz fez para livrar a moça do castelo do conde, resultaram num sentimento final anti-repressivo, livremente bonito, sem preocupações, porque o começo de cada coisa já contêm o seu fim.

E eu topei fazer este disco assim, como uma estória, para que ele se impregnasse e fosse irmão desse mesmo sentimento final:

O Vôo, o Rapaz, a Moça, o Pavão, (e eu), sem assumir nenhuma pose * "fox-lórica" e/ou ** "folclórica".

O desenho do pavão foi um jogo de paciência, minha atividade lúdica enquanto o disco não vinha, enquanto não dava o carneiro.



* "fox-lore" - vide música Rodger / Dedé Evangelista

** "folclore" - vide dicionário



Ednardo


Músicas:

1 CARNEIRO (Ednardo / Augusto Pontes)

2 AVIÃO DE PAPEL (Ednardo)

3 MAIS UM FREVINHO DANADO (Ednardo)

4 AUSÊNCIA (Ednardo)

5 VARAL (Ednardo / Tânia Araújo)

6 DOROTHY LAMOUR (Petrúcio Maia / Fausto Nilo)

7 DESEMBARQUE (Ednardo)

8 TREM DO INTERIOR (Ednardo / Fausto Nilo)

9 ALAZÃO (CLARÕES) (Ednardo / Brandão)

10 A PALO SECO (Belchior)

11 ÁGUA GRANDE (Ednardo / Augusto Pontes)



Download: 1974 - O Romance Do Pavão Mysteriozo.rar