domingo, 21 de dezembro de 2014

Nômade Orquestra (2014)



Formada no ABC paulista, em Outubro de 2012, pode-se dizer que a Nomade Orquestra é um ponto de encontro onde diferentes vertentes e expressões musicais interagem de forma única. O grupo desenvolve um trabalho autoral instrumental vivaz e transita com destreza entre os universos do funk, jazz, dub, rock, afro beat, hip-hop, ethiogrooves, entre outros. Além disso, incorpora elementos da música eletrônica, quebrando as barreiras entre música tradicional e música contemporânea. Improvisos, colagens sonoras e arranjos aliados a grooves marcantes e profundos aprimoramentos de timbres, o show se complementa com as projeções do artista plástico Danilo Oliveira em uma profusão de imagens sonoras fazendo da Nomade Orquestra um rico mosaico audiovisual. Toda essa peculiaridade, vem do providencial encontro entre Guilherme Nakata (bateria), Ruy Rascassi (baixo), Fabio Prior (percussão), Luiz Eduardo Galvão (guitarra), Marcos Mauricio (teclado), Beto Malfati (sax, flauta e pick ups), Bio Bonato (sax baritono), Marco Stoppa (trompete), André Calixto (sax tenor e flautas), Victor Fão (trombone) e Danilo Oliveira (Vj). Esse evento atemporal faz-se renascer a magia e o encanto dos encontros dessa vida, com anos de experiênciaem suas bagagens, participações em grandes eventos e festivais, e projetos expressivos na cena indepentende do ABC e de São Paulo.

Download: Nômade Orquestra


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Bonsucesso Samba Clube - Coração da Boca Sai (2014) / Discografia



AD Luna

Depois de oito anos sem lançar álbuns, a Bonsucesso Samba Clube traz ao mundo uma nova cria. Produzido pelo cada vez mais requisitado músico e produtor Yuri Queiroga (que também está na produção do novo disco de Elba Ramalho) e gravado nos estúdios recifenses Muzak e Carranca, Coração da boca sai é o terceiro disco da banda olindense. O público ouvir de graça as 12 músicas da obra no site www.bonsucessosambaclube.com .
A distribuição digital está sendo feita pela CD Baby e, em breve, ele será lançado em CD. “O disco foi feito com recursos próprios. Até chegamos a inscrevê-lo no Funcultura, mas não rolou”, explica Rogerman, vocalista e mentor do grupo. Com exceção da música Dia quente, Rio, que conta com a voz de Lenine, registrada pelo filho dele, no Rio de Janeiro, Coração da boca sai foi todo gravado, mixado e masterizado em Pernambuco.

De acordo com Rogerman, os primeiros esboços do que viria a ser o novo disco começaram a surgir no início do segundo semestre de 2013. As ideias iam surgindo a partir de conversas entre o artista e o produtor. Os encontros aconteceram nas casas dos dois. “Ficávamos conversando, tomando cerveja, com caderno e caneta do lado. Yuri me mostrava bases que tinha feito e, na hora, eu escrevia as letras”, relembra Roger.

A bonita capa do Coração da boca sai nasceu inspirada por um clique da fotógrafa Priscilla Guimarães, que registrou cena de um garoto brincando sob um rio, no Recife. “A ideia é de tomar a expressão ‘coração da boca sai’ como uma sensação. Trazer o Bonsucesso à ativa é uma emoção, uma grande responsabilidade”, expõe.

O disco que sucede Bonsucesso Sambaclube (2003, YB) e Tem arte na barbearia (2006, independente) está repleto de participações. “Queria fazer um disco de participações, mas que houvesse identidade entre as músicas e os convidados”, comenta Rogerman. Buguinha Dub, cuidou das mixagens. Maestro Spok aparece em cinco canções. Ylana divide os vocais com Rogerman, na balada Corpo em chamas, contribuindo para o clima etéreo e onírico da faixa.
Erasto Vancocelos, um dos músicos que mais sabem descrever em sons e palavras a alma olidense, aparece cantando em Beat now e Hey irmão.

A empolgante Superar - a qual já havia sido lançada como single, em fevereiro -  reúne em coro Nena Queiroga, Mônica Feijó, Jr, Black, Fabrício Belo e Fábio Trummer, guitarrista e vocalista da Eddie, banda que Rogerman já integrou. A música é praticamente uma síntese do espírito ensolarado que permeia Coração da boca sai. Outra que deve empolgar nas apresentações e nas festinhas descoladas de Olinda e Recife é Perpétua luz brilhante, com seu envolvente refrão e participações de Thiago Hoover e Luciano Queiroga.

Emoldurada por batidas eletrônicas, uma simpática guitarra meio havaiana e sons de piano, a letra de Dia quente, Rio, cantadas por Roger e Lenine saúdam a Cidade Maravilhosa, sem cair numa exaltação exagerada. A faixa-título conta com a novata Gabi Barreto nos vocais. 
O trio punk hardcore Devotos é a atração da pesada Nas ruas. A banda inteira participou da gravação, com Rogerman apenas “dando uma força” nos vocais. É um som que ficou um pouco deslocado no meio das outras onze composições pop. Mas pode funcionar bem para encerrar shows ao vivo.

Coração da boca sai é o disco mais bem acabado do Bonsucesso Samba Clube. É divertido e tem personalidade. Além do (bom) impacto inicial que se tem numa primeira audição, é interessante perceber as várias camadas de timbres e texturas que ficam mais evidentes a cada apreciação.
Além de Rogerman (vocal), completam a atual formação da banda Oroska (percussão), Rapha Groove (baixo e voz), Sanzyo Rafael (bateria), Vitor Magall (guitarra) e Guga Fonseca (teclados).

Download: Coração da Boca Sai







Bonsucesso Samba Clube (2003)





Tem Arte Na Barbearia (2006)



domingo, 14 de dezembro de 2014

llOVNi - A Vida é Breve (2014)



Sáo Paulo, xx de agosto, de 2014. Após dois eps, llOVNi (2006) e Cinema Americano (2008), o llOVNIi lança o seu primeiro álbum, "a vida e breve", com 10 faixas.
Utilizando a máxima do it yourself em todas as suas produções, a banda imprimiu no álbum sonoridades obscuras, realistas e espaciais.
"a vida eh breve" está disponível gratuitamente para stream e download.
Vídeo - Junto com o álbum, a banda disponibiliza o vídeo para a música "a vida eh breve", dirigido por Rica Guimarães.
llOVNi - Formado pelo carioca Rica Guimarães(vocal/guitarra/bateria) e pelo paulista Diogo Silva (baixo/teclado/backing vocals), a banda llOVNi produz áudio e vídeo no wave/pós-punk/noise-pop com uma dose de psicodelia.
Nas apresentações ao vivo a banda conta com a participação de Michael Chalmer (sax/guitarra/synth), da banda the Glassbox.

Contatos: e-mail / facebook

Download: A Vida é Breve

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

China - Telemática (2014)



COM QUASE 15 ANOS DE CARREIRA E UMA EXTENSA LISTA DE ATIVIDADES, CHINA É DESSES ARTISTAS QUE FAZEM DE TUDO. COMEÇOU AINDA MOLEQUE, EM 1997, COM O SHEIK TOSADO, BANDA QUE O LANÇOU NA VIDA ARTÍSTICA, E QUE SE APRESENTOU ATÉ NO PALCO PRINCIPAL DO ROCK IN RIO 3.

COM O FIM DA BANDA, CHINA SAIU EM CARREIRA SOLO E TEM 3 DISCOS LANÇADOS, UM SÓ (2004), SIMULACRO (2007), MOTO CONTÍNUO (2011), E ACABA A LANÇAR SEU QUARTO ÁLBUM, TELEMÁTICA (2014).

ESSE PERNAMBUCANO AINDA ARRUMA TEMPO PARA FAZER PARCERIAS MUSICAIS E CRIAR PROJETOS PARALELOS.

CHINA CONTRIBUIU COMO COMPOSITOR PARA OS DISCOS DE DADO VILLA LOBOS, JOTA QUEST, LEANDRO, LEHART, MOMBOJÓ, A BANDA MAIS BONITA DA CIDADE, ENTRE OUTROS.

NOS PALCOS, FORMOU COM O MOMBOJÓ A BANDA DEL REY QUE DÁ NOVAS ROUPAGENS AS CANÇÕES DE ROBERTO E ERASMO CARLOS, E O COISINHA É O PROJETO INFANTIL CRIADO POR CHINA, QUE CONVIDOU LULA LIRA (FILHA DE CHICO SCIENCE) PARA DIVIDIR OS VOCAIS EM MÚSICAS AUTORAIS E TAMBÉM CLÁSSICOS DO CANCIONEIRO INFANTIL.

O CANTOR E COMPOSITOR AINDA ARRUMA TEMPO PARA TRABALHAR NO RÁDIO E NA TELEVISÃO.

CHINA PASSOU PELA MTV BRASIL COM OS PROGRAMAS, MTV NA BRASA, SHOW NA BRASA, EXTRATO MTV E MTV 1, E TAMBÉM NA REDE BANDEIRANTES SENDO REPÓRTER DO PROGRAMA A LIGA, E O BAND FOLIA, COBRINDO POR TRÊS ANOS O CARNAVAL PERNAMBUCANO PARA TODO O BRASIL.

NO RÁDIO, CHINA COMANDA PELA OI FM O PROGRAMA, INDEPENDÊNCIA, REVELANDO TODA SEMANA NOVOS NOMES DA MÚSICA INDEPENDENTE BRASILEIRA.

CANSOU SÓ DE LER TODAS AS ATIVIDADES DESSE RAPAZ?

CHINA NÃO!

ELE ACABA DE LANÇAR SEU NOVO ÁLBUM, TELEMÁTICA, COM 13 CANÇÕES, MAS ANTES DO LANÇAMENTO, JÁ HAVIA LIBERADO PARA DOWNLOAD GRATUITO DUAS MÚSICAS DESSE NOVO TRABALHO, PANORAMA E ARQUITETURA DE VERTIGEM, QUE GANHOU CLIPE E FOI SELECIONADA PARA O INTERNATIONAL MUSIC VIDEO FESTIVAL, EM PARIS, E PARA O FESTIVAL CURTA BRASÍLIA.

CHINA PRETENDE CORRER O PAÍS PARA DIVULGAR "TELEMÁTICA" E FAZER SHOWS POR TODO DO BRASIL.

SE TEM UM CARA CONSEGUE FAZER TANTAS COISAS AO MESMO TEMPO, E TODAS ELAS COM UMA QUALIDADE INCRÍVEL, ESSE RAPAZ SE CHAMA FLÁVIO AUGUSTO DORNELAS CÂMARA, OU, CHINA, SE VOCÊ PREFERIR.

DISCOGRAFIA

- SOM DE CARÁTER URBANO E DE SALÃO - SHEIK TOSADO (1999) - TRAMA

- UM SÓ (2004) - EMI

- SIMULACRO (2007) CANDEEIRO RECORDS

- MOTO CONTÍNUO (2011) TRAMA / JOÍNHA RECORDS

- TELEMÁTICA (2014) JOÍNHA RECORDS

CLIPES

- TODA CASA TEM UM POUCO DE ÁFRICA - SHEIK TOSADO (1999) - TRAMA

- REPENTE ENVENENADO - SHEIK TOSADO (1999) - TRAMA

- SHEIK TOSADO - SHEIK TOSADO (1999) - TRAMA

- CANÇÃO QUE NÃO MORRE NO AR (2007) - CANDEEIRO RECORDS

- SÓ SERVE PRA DANÇAR (2011) - JOÍNHA RECORDS

- LONGE DAQUI (2012) - JOÍNHA RECORDS

- PANORAMA (2013) - JOÍNHA RECORDS

- ARQUITETURA DE VERTIGEM (2014) - JOÍNHA RECORDS

COLETÂNEAS

- BAIÃO DE VIRAMUNDO - SHEIK TOSADO (2000) - YB / CANDEEIRO RECORDS

- EU NÃO SOU CACHORRO MESMO (2008) - INDEPENDENTE

- FREVO DO MUNDO (2009) - CANDEEIRO RECORDS

- 100 ANOS DE GONZAGÃO (2012) - LUA MUSIC

- AGENOR, AS CANÇÕES DE CAZUZA (2014) - JÓIA MODERNA

COMPOSIÇÕES EM OUTROS DISCOS

- SOLO - LEANDRO LEHART

- NADA DE NOVO, HOMEM ESPUMA, AMIGO DO TEMPO, ALEXANDRE - MOMBOJÓ

- JARDIM DE CACTUS, O PASSO DO COLAPSO - DADO VILLA LOBOS

- MULHER CROMAQUI - CATARINA DEE JAH

- RGB - JR. BLACK

- CABEZA DE PANDA - CABEZA DE PANDA

- CANÇÕES QUE VÃO MORRER NO AR - A BANDA MAIS BONITA DA CIDADE

- FUNKY FUNKY BOOM BOOM - JOTA QUEST

- YLANA - YLANA QUEIROGA

- A.M.A.R.T.E - CLÁUDIA BEIJA

- TRIO ETERNO - TRIO ETERNO

PARTICIPAÇÕES EM OUTROS DISCOS

- DEVOTOS - DEVOTOS

- LA BIATA - LENINE

- ACADEMIA DA BERLINDA - ACADEMIA DA BERLINDA

- CABEZA DE PANDA - CABEZA DE PANDA

- ANIVERSÁRIO DE 10 ANOS - MOMBOJÓ

TELEVISÃO

- ESTÉREO CLIPE (2009) - ESTAÇÃO TV

- MTV NA BRASA, SHOW NA BRASA, EXTRATO MTV, MTV1 (2011 / 2012) - MTV

- A LIGA, BANDFOLIA (2013 / 2014) - BAND

- JOÍNHA LAB (2015) - INDEPENDENTE

RÁDIO

- PROGRAMA INDEPENDÊNCIA (2013 / 2014) OI FM





RELEASE TELEMÁTICA
ACHO QUE NÃO É MUITO NORMAL ESCREVER O RELEASE DO PRÓPRIO DISCO, NÉ?

O NATURAL É QUE ESSA APRESENTAÇÃO SEJA FEITA POR UM CRÍTICO MUSICAL, UM MÚSICO OU UM ESCRITOR. MAS, DESSA VEZ, EU MESMO QUERIA CONTAR AS HISTÓRIAS POR TRÁS DAS CANÇÕES DE TELEMÁTICA, O QUARTO ÁLBUM QUE LANÇO NA CARREIRA SOLO, QUE COMEÇOU COM O EPUM SÓ (2004), E SEGUIU COM OS ÁLBUNS SIMULACRO (2007) E MOTO CONTÍNUO (2011).

EM GERAL, PRIMEIRO ESCREVO A LETRA EM FORMA DE POEMA, DEPOIS VEM A MÚSICA. E COMO SOU PÉSSIMO INSTRUMENTISTA, JÁ COM A MEMÓRIA UM POUCO AVARIADA, VOU COMPONDO E GRAVANDO TUDO NO COMPUTADOR.

NA PRÉ-PRODUÇÃO DESSE DISCO, GRAVEI TODOS OS INSTRUMENTOS, CONTANDO CLARO, COM A AJUDA DA TECNOLOGIA PARA DEIXAR AS COISAS MAIS CLARAS PARA QUEM VEIO DEPOIS. E QUEM VEIO DEPOIS? OS MEUS AMIGOS MÚSICOS. ESSES CARAS FORAM DANDO IDEIAS, GRAVANDO NOVOS ARRANJOS PARA AS MÚSICAS E ATÉ ME INCENTIVANDO A APROVEITAR MINHAS GRAVAÇÕES TOSCAS. POR ISSO, NAS MÚSICAS DETELEMÁTICA SEMPRE TEM ALGUM INSTRUMENTO TOCADO POR MIM. GRAVEI A MAIOR PARTE DESSE DISCO NA MINHA CASA, E O QUE TENHO É UM QUARTINHO MINÚSCULO, COM UM EQUIPAMENTO DE SOM MODESTO, MAS QUE QUEBRA UM GALHO DANADO.

GOSTO DE TRABALHAR DESSE JEITO E SÓ FUI PARA UM ESTÚDIO PROFISSIONAL QUANDO PRECISEI DE UMA TURMA COM MAIS PREPARO E EQUIPAMENTOS DO QUE EU. O RESULTADO DESSA BEM-VINDA COLABORAÇÃO COLETIVA VOCÊ CONFERE NESTE ÁLBUM.

AGORA, TE DOU UMA BREVE DESCRIÇÃO DAS MÚSICAS DE TELEMÁTICA.

"ARQUITETURA DE VERTIGEM" FOI COMPOSTA EM 2010. A FRASE "RECIFE ALCANÇA UM CÉU DE CONCRETO ARMADO…" ME VEIO À MENTE QUANDO PERCEBI QUE, DO PRÉDIO PARA ONDE EU TINHA ACABADO DE ME MUDAR, DAVA PARA VER CONSTRUÇÕES SEMELHANTES BROTANDO EM OUTROS BAIRROS. O TEXTO QUE ABRE A FAIXA É DO JORNALISTA E ESCRITOR OTTO LARA RESENDE E FOI EXTRAÍDO DE UMA ENTREVISTA QUE ELE DEU NOS ANOS 70, QUANDO JÁ SE FALAVA DA VERTICALIZAÇÃO DAS CIDADES. O CLIPE, QUE RECEBEU ÓTIMAS CRÍTICAS, FOI SELECIONADO PARA O FESTIVAL INTERNACIONAL DE VIDEOCLIPES DE PARIS E PARA O FESTIVAL DE BRASÍLIA, EM 2014.

"CHOQUE PESADELO" NASCEU DE UM PAPO COM O BLOGUEIRO E PARCEIRO DOS TEMPOS DE MTV, PC SIQUEIRA, QUE É UM FENÔMENO DE VIEWS E LIKES NAS REDES SOCIAIS COM SEUS VÍDEOS. FIQUEI PENSANDO EM COMO A VIDA DELE SE DIVIDIA ENTRE O REAL E O VIRTUAL. ESSA MÚSICA TEM A PARTICIPAÇÃO DE ILHAN ERSAIN (WAX POETICS) TOCANDO SAXOFONE. QUANDO COMECEI A TRABALHAR EM "PANORAMA", EU TINHA APENAS O REFRÃO, QUE LEMBRA UMA PEGADA, VAMOS DIZER ASSIM, MAIS JOVEM GUARDA. DEIXEI DE LADO E COMECEI A COMPOR OUTRA COISA, QUE ACABOU VIRANDO A PRIMEIRA PARTE DA MÚSICA. A LETRA VEIO DEPOIS, INSPIRADA NAS CANÇÕES DE ERASMO CARLOS. PANORAMA FOI LANÇADA COMO SINGLE E GANHOU UM CLIPE EM FORMATO VÍDEOLETRA COLABORATIVO, ABERTO NA INTERNET, COM PARTICIPAÇÃO DOS FÃS.

O QUE EU MAIS CURTO EM "MEMÓRIA CELESTE" É O BEAT ELETRÔNICO. PARECE QUE FOI TOCADA POR UM BATERISTA MESMO E NÃO PROGRAMADA NO COMPUTADOR. JORGE DU PEIXE (NAÇÃO ZUMBI) JÁ APARECEU NO ESTÚDIO COM A LETRA PRONTA E SUA VOZ DE TROVÃO. O CARA AINDA DEU IDEIAS PARA O ARRANJO GERAL E GRAVOU UMA ESCALETA. "O CÉU DE BRASÍLIA" TEM O BAIXO DE FELIPE S. (MOMBOJÓ), QUE AMARRA E DÁ TODO O BALANÇO DA CANÇÃO. FUI FAZER UM SHOW POR LÁ, ACORDEI CEDO E SAÍ PARA ANDAR PELO JARDIM DO HOTEL. OLHEI PARA CIMA E CONSTATEI QUE AQUELE ERA O CÉU MAIS BONITO QUE EU JÁ TINHA VISTO.

"CORES NOVAS" É UMA PARCERIA COM A CANTORA CYZ E O GUITARRISTA ANDRÉ ÉDIPO. ELE CHEGOU COM A MÚSICA, EU TINHA A LETRA, E ELA COLOCOU A MELODIA. CRIAMOS UMA ESPÉCIE DE BOLERO COMBINANDO COM O POEMA. ESSA FAIXA TEM A PARTICIPAÇÃO DE LUZIA LUCENA E SOFIA FREIRE, DUAS JOVENS CANTORAS DO RECIFE.

UM DIA A CANTORA E ATRIZ KARINE CARVALHO ME MOSTROU UM PEDAÇO DE LETRA E PEDIU QUE EU COMPLETASSE. ACABEI COMPONDO A MÚSICA TAMBÉM. "OUTRA COISA" SÓ NÃO TINHA NOME AINDA. EU MANDAVA AS VÁRIAS VERSÕES E KARINE SEMPRE DIZIA: "SE LIGA QUE ISSO É OUTRA COISA", E ASSIM A CANÇÃO FOI BATIZADA. QUANDO FOMOS GRAVAR PARA VALER, ACHEI QUE A "VOZ GUIA", QUE EU HAVIA REGISTRADO EM CASA HÁ ANOS, TINHA FICADO COM MUITO MAIS EMOÇÃO, E DECIDI DEIXÁ-LA. MAIS VALE UMA BOA INTERPRETAÇÃO DO QUE TODOS OS RECURSOS TECNOLÓGICOS DISPONÍVEIS.

"QTK 63 KAIOWA" É UMA MÚSICA INSTRUMENTAL QUE FOI COMPOSTA POR MIM E MEU IRMÃO, BRUNO XIMARÚ. APESAR DA INSISTÊNCIA DELE, NUNCA ACHEI QUE DEVIA COLOCAR LETRA, SOAVA MAIS COMO TRILHA DE FILME.CONVIDEI RODRIGO LEMOS E DIEGO PLAÇA (A BANDA MAIS BONITA DA CIDADE) PARA FAZEREM UM CORO COMO SE FOSSE UM CANTO MEIO INDÍGENA, MEIO GREGORIANO, E LUCAS DOS PRAZERES GRAVOU AS PERCUSSÕES, QUE SEGUNDO ELE, REMETEM AOS BARULHOS DA MATA E À FORMA MAIS TRIBAL DE COMPOSIÇÃO MUSICAL.

"TELEMÁTICA" É A FAIXA QUE DÁ NOME AO DISCO E SURGIU DO TEXTO "A FÁBRICA", DO FILÓSOFO TCHECO VILÉM FLUSSER. FALA DA RELAÇÃO DO HOMEM COM A MÁQUINA, DAS FÁBRICAS COM O HOMEM. LEMBRO QUE TINHA COMENTADO SOBRE O DISCO NOVO COM HD MABUSE, UM DOS MENTORES DE CHICO SCIENCE, E O CARA ME MANDOU ESSE TEXTO, QUE ACABOU ME AJUDANDO UM BOCADO NA CONCEPÇÃO DO ÁLBUM INTEIRO. OUTRO QUE COLABOROU COM ESSA FAIXA, E TAMBÉM COM O DISCO, FOI O PESQUISADOR DE ENGENHARIA DE SOFTWARE E REFERÊNCIA BRASILEIRA NO ASSUNTO SÍLVIO MEIRA.

"EM "SUBINTENÇÕES", CRIEI A BASE RÍTMICA DA CANÇÃO, USANDO A BATERIA DE UM JEITO DIFERENTE, INSPIRADO NA PERFORMANCE DO BATERISTA DO CAN - BANDA DE ROCK EXPERIMENTAL ALEMÃ DOS ANOS 70. O BAIXO QUE PJ (JOTA QUEST) GRAVOU SÓ CONTRIBUIU PARA O GROOVE FICAR MAIS SINCOPADO. "REALINHAR" FOI LANÇADA PRIMEIRO NO MAIS RECENTE DISCO DO JOTA QUEST, FUNKY FUNKY BOOM BOOM, E É UMA PARCERIA MINHA COM OS CARAS. RESOLVI LANÇAR TAMBÉM A MINHA VERSÃO POR LEMBRAR QUE, NA ÉPOCA DA TROPICÁLIA, ERA NATURAL EXISTIREM VÁRIAS INTERPRETAÇÕES PARA UMA MESMA MÚSICA, COMO ACONTECEU COM A CLÁSSICA "BABY".

"OLHO DE THUNDERA" É A MÚSICA QUE FOI COMPOSTA DE FORMA MAIS RÁPIDA E TAMBÉM MAIS DEMORADA. EXPLICO: A MÚSICA FICOU PRONTA EM MEIA HORA, MAS LEVOU SEIS ANOS PARA SER, DE FATO, TERMINADA. NUMA JAM SESSION COM MINHA BANDA, YURI QUEIROGA PUXOU O RIFF DE GUITARRA E LOGO VIERAM A LETRA E A MELODIA. TALVEZ POR TER NASCIDO PREMATURAMENTE, ELA FICOU GUARDADA POR TODOS ESSES ANOS. NA GRAVAÇÃO DAS BASES DESSE DISCO, YURI INICIOU O MESMO RIFF, DEMOS UM TEMPO NA FAIXA QUE ESTÁVAMOS GRAVANDO, E, COMO ANTES, EM 30 MINUTOS A MÚSICA ESTAVA PRONTA.

A FAIXA MAIS CURIOSA DESSE DISCO É "FREVO MORGADO", FEITA POR MIM E ANDRÉ ÉDIPO PARA DISPUTAR UM CONCURSO DE FREVO. ENCONTREI, DEPOIS DE UM TEMPO, UM DOS ORGANIZADORES E COMENTEI QUE A COMPOSIÇÃO ERA BOA, MAS NÃO TINHA FICADO ENTRE AS FINALISTAS. QUANDO FALEI O NOME DA MÚSICA, FUI INTERROMPIDO DE IMEDIATO: "CHINA, COMO É QUE TU INSCREVES UMA MÚSICA COM ESSE NOME NUM CONCURSO DE FREVO? A GALERA QUER FREVOS PRA CIMA E NÃO FREVOS MORGADOS". SE PARA UM CONCURSO NÃO ERA UM TÍTULO ADEQUADO, PARA UM DISCO FICOU IDEAL. AS PARTICIPAÇÕES DE VITOR ARAÚJO, VINÍCIUS SARMENTO, PÚBLIUS E DECO TROMBONE SÓ DEIXARAM ESSE FREVO MAIS BONITO.

E CHEGAMOS AO FINAL DAS 13 FAIXAS QUE COMPÕEM TELEMÁTICA, MEU QUARTO ÁLBUM SOLO, FEITO COM RECURSOS PRÓPRIOS E MUITO ESFORÇO. SER ARTISTA INDEPENDENTE NO BRASIL SÓ TEM GRAÇA SE FOR ASSIM, COM SUOR, PERSEVERANÇA E PACIÊNCIA PARA APROVEITAR TUDO NO TEMPO CERTO.

POR: CHINA

Download: Telemática