domingo, 16 de agosto de 2015

Gudicarmas - Dharma (2015)



A Gudicarmas, banda autoral surgida em 2011 no Recife, inicia o ano em fase final de produção do primeiro disco, intitulado ‘Dharma’. A singularidade de cada um dos integrantes, a saber Felipe Sitonio (violão, guitarra, gaita e voz), Mateus Guedes (guitarra, bateria e voz), Otávio Carvalheira (baixo e voz), Pedro “Paca” Valença (percussão e efeitos) e Rafael Cunha (bateria, sintetizador, gaita e voz) está devidamente mesclada nas composições reunidas para o novo trabalho, a ser lançado em 16 de agosto de 2015. A co-produção e mixagem do disco é assinada por Diogo Guedes (Banda de Joseph Tourton, Rua), e masterização de Bruno Giorgi (Rua, Lenine, Cícero).

O nome da banda, aparentemente esquisito, reúne o conjunto de ações que resultam em consequências (o popular “Karma”) com acordes e arranjos complexos que inspiram sensações inebriantamente boas (leia-se, do inglês, o “Good”). Daí, tem-se o abrasileirado "Gudicarmas". 



As 11 composições presentes em ‘Dharma’, algumas delas regravações de músicas do primeiro EP intitulado ‘Gudicarmas (2012)’, possuem uma temática que permeiam vários meios: política, loucura, amor, cotidiano. As influências sonoras presentes no disco trazem o movimento Udigrudi (Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Aratanha Azul) como forte semelhança e inspiração, além de variados ritmos musicais: Baião (Faixa ‘Eu, Ela e o o Mar’‘Almôndegas’), Dub & Reggae (‘Palácio de Paloccis’), Blues (‘Ávido’ e ‘Azuis Blues’), todos eles misturados com uma pitada de rock progressivo.


A trajetória da banda ao longo dos seus primeiros anos de existência contempla apresentações em eventos como: Feira ExpoIdea 2.0; Peixe Sonoro (2012, Nascedouro de Peixinhos); Seletiva Pré-AMP (2013); Grito Rock – Recife e Paulista (2013); Virada Cultural de Campina Grande (2014); Campus Festival João Pessoa: Gudicarmas + Vanguart (2014); Festival Visionário BoiKot (Serra Negra, 2014) e São João Multicultural de Arcoverde (Palco Mutimusical, 2015). 

Download: Dharma