Mostrando postagens com marcador Belchior Blues. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Belchior Blues. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Belchior Blues (2012)


Um trovador urbano, com um pé na terra e outro na universalidade do pop. Pelo menos em parte, o rótulo serve às composições de Antônio Carlos Belchior, cearense de Sobral que figura entre os compositores mais criativos de sua geração. Distante do cenário musical e longe de casa (nas ilhas cheias de distâncias que cantava na música "Tudo Outra Vez"), o sobralense retorna, desta vez, na interpretação de artistas da cena blueseira nacional, reunidos no disco-homenagem "Belchior Blues", com versões de 14 de suas composições.

A homenagem, pensada para o ano de 2011, faz referência aos 65 anos do artista e 35 anos de "Alucinação" (1976), álbum que o consolidou no cenário nacional. O disco fecha com os pilares da música de Belchior - o blues, o rock e o Nordeste - agregando novas referências destes universos sonoros às versões. O projeto foi idealizado e coordenado pelos jornalistas Roberto Maciel e Luiz Carlos Carvalho, contando com direção artística de Jefferson Gonçalves. Ao todo, 57 músicos se revezaram nas gravações das faixas.

"Convidamos bandas de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio e Ceará. Bandas que representam a cena atual do blues", destaca Jefferson. Daqui, participam a banda Blues Label, Felipe Cazaux (paulista adotado por Fortaleza), Diogo Farias, Marcelo Justa e Artur Menezes.

O disco traz ainda artistas de uma geração anterior, consolidados nacionalmente, como a Blues Etílicos, o guitarrista Big Joe Manfra e o próprio Jefferson Gonçalves. Inclui ainda Taryn Szpilman, Rodrigo Nézio & Duocondé Blues, Adriano Grinemberg, Big Bat Blues Band, Vasco Faé e as bandas Ted & Blue Drop, Mr. Jack.

Desafio

Longe de engessar o repertório de Belchior em formatos tradicionais do blues, a ideia do disco é trazer o gênero como ponto de partida dos diversos arranjos, aproveitando-se para isso das referências de cada grupo participante. O interprete de cada faixa recebeu carta branca para dar sua interpretação. O resultado, é um Belchior untado em diversas variantes do blues, e da música pop em geral, com toque ainda da música brasileira.

"Convidamos artistas que já faziam blues com uma linguagem brasileira. Foram poucas músicas que tive que fazer alguma sugestão", pontua Jefferson. O repertório foi escolhido também a partir de sugestões dos convidados. O disco abre com "Paralelas" (Blues Label), passando clássicos como "Velha Roupa Colorida" (Big Joe Manfra), "Como Nossos Pais" (Taryn Szpilman) e "Apenas um Rapaz Latino-Americano" (Felipe Cazaux).

Download

Uma proposta chave do projeto, segundo Luiz Carlos Carvalho, é trazer novamente à tona a música do compositor cearense, relembrando e apresentando-as às novas gerações. Para isso, as faixas estão disponíveis para download gratuito (http://www.belchiorblues.com.br/ ) e as versões físicas do disco serão distribuídas. Outro ponto, explica, foi explorar a universalidade da música de Belchior e a influência marcante do blues em suas composições. "O disco expõe a força do blues, da música pop no trabalho de um letrista incrível que conseguia como ninguém mostrar essas intercessões culturais. Ele consegue misturar Beatles, Luiz Gonzaga e Edgar Alan Poe na mesma frase e com muita pertinência", ilustra.

DISCO

Belchior Blues
Vários
Independente
2012, 14 faixas
Download gratuito

FÁBIO MARQUES
REPÓRTER




Download: Belchior Blues