Mostrando postagens com marcador Estrelinski e Os Paulera. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Estrelinski e Os Paulera. Mostrar todas as postagens

domingo, 31 de agosto de 2014

Estrelinski e Os Paulera - Leminskanções (2014)



Nada permanece tanto ao invisível quanto a genialidade do artista. Assim a multiplicidade do curitibano Paulo Leminski continua a reverberar sobre as clássicas e modernas mídia de difusão da linguagem. Poeta, escritor e desbravador dos temas da natureza humana e das relações escritas e vividas em seu universo de migrações de culturas e de artes, Paulo Leminski continua perene em sua essência, inegável na história e necessário inspirador ao novo. Além de sua importância poética, Paulo Leminski também permeou suas obras pelo viés da música. Aos pesquisadores de sua obra e astutos por sua linguagem, era sabido que alguns clássicos interpretados por Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Itamar Assumpção e Paulinho Boca tinham provincia “Leminskiana” em sua autoria, a mais jovem com mais negligência, porém, com mais interesse em sua redescoberta. O choque das gerações começa a conectar-se à origem dos pontos, à teia de sua série de mídias chega à um novo sentido sensorial, depois de seus clássicos literários, Paulo Leminski ganhou os museus mais importantes do Brasil e agora se apronta para o universo musical, tão intensa e representativa quando as precedentes.

“Leminskanções” é a nova obra projetada para além de sua vida. Após seis anos de pesquisas dedicadas aos arquivos musicais de Paulo Leminski, Estrela Ruiz Leminski, também escritora, poeta, compositora e cantora do “Música de Ruiz” em dueto com Téo Ruiz, acaba de concluir um belo álbum duplo com composições exclusivas e parcerias de um dos bigodes mais modernista da literatura brasileira. A obra é assinada por “Estrelinski” e “Os Pauleira” que também formam o elenco de corpo que apresenta e veste respeitosamente as canções do disco duplo juntamente com artistas integrados às obras do Paulo. “Os Paulera” compõe duas formações regionais entre Curitiba e São Paulo, onde aconteceram as gravações dos discos.

Um dos discos traz composições inéditas de Paulo Leminski e o outro canções em parceria e participação de outros amigos artistas como Arnaldo Antunes, Zeca Baleiro, Morais Moreira, Zélia Duncan, Serena Assumpção, Ná Ozzetti, Bernardo Bravo e André Abujamra. No contraponto dos clássicos, o disco ainda aponta novos artistas que também participam nos coros de algumas faixas, são eles: Uyara Torrente (Banda mais Bonita da Cidade), Leo Fressato, Grace Torres (Grupo Fato), Iria Braga, Otto Nascarella, Juliana Cortes e Rogéria Holtz que integram a atual e vibrante construção da atual cena curitibana.

Para expandir as multiplicidades de um dos gênios que mais inspiram a geração vanguardista de artistas e apaixonados por arte contemporânea, esse duplo disco chega em boa hora. Na aparente impossibilidade de alterar as intenções de um artista, “Leminskanções” chega para mostrar as causas e as possibilidades visionárias que estabelecem a verdade e a força do amadurecimento genuíno de um ícone da arte reconstruído de diversas formas por diferentes tempos, lugares e olhares. A mais nova obra que chega ao nosso acervo musical brasileiro não se trata apenas da manchete do “inédito”, a seleção apresentada traz um panorama coerente ao universo e conexões já estabelecidas em vida pelo autor. Numa fibra orgânica composta por pessoas, lugares, arte e seus pensamentos, tudo se reencontra em nessa compilação, e que não é apenas bela, mas naturalmente compreendida em sua vontade que parece permanecer além de nós.

Por: Web Mota

- See more at: http://www.amusicoteca.com.br/?p=9586#sthash.QeFHfL5a.dpuf

Download:  Leminskanções